Família, Igreja Doméstica

 

 

A Semana Nacional da Família é uma oportunidade que nos é oferecida para pensarmos em nossas famílias e avaliarmos o que ela significa para nós e como a valorizamos.

Num tempo de tantos ataques à família, somos convidados a enxergar nesta instituição um espaço para a formação humana e cristã, sendo discípula de Mestre Jesus. Cada família é uma "pequena Igreja" e aí deve preocupar com a implantação daquilo que a Igreja nos propõe como caminho de santidade.

Mas por que a família se chama "Igreja Doméstica"? Em Aparecida (maio de 2007), os bispos do continente explicam: Agradecemos a Cristo que nos revela que "Deus é amor" e vive em si mesmo um mistério pessoal de amor e, optando por viver em família em meio a nós, a eleva à dignidade de "Igreja Doméstica".

Foi neste contexto que João Paulo II sugeriu que nos mistérios luminosos do terço, o segundo mistério contemplasse como Jesus se revelou a si mesmo no casamento de Caná da Galiléia. Fez ali, a pedido da Mãe, seu primeiro milagre. O apóstolo João observa: "Em Caná da Galiléia Jesus fez este primeiro sinal, manifestou sua glória e os discípulos creram nele" (Jo 2, 11-14).

É ainda Bento XVI que descreve a família no mundo atual, enquanto reza por ela: "Ficai Senhor, em nossas famílias, iluminai-as em suas dúvidas, sustentai-as em suas dificuldades, consolai-as em seus sofrimentos e na fadiga de cada dia, quando ao redor delas se acumulam sombras que ameaçam sua unidade e sua natureza".

Nesta semana, devemos fazer algumas perguntas: Que atenção tenho dado à família? Faço da minha família um espaço do crescimento pessoal e comunitário? Celebro as alegrias e compreendo as fraquezas da minha família? Segundo os bispos do nosso continente, "dentro do território paroquial, a família cristã é a primeira e mais básica comunidade eclesial. Nela se vivem e se transmitem os valores fundamentais da vida cristã" (DA 204). Valorizemos as famílias, pois Deus ama nossas famílias, apesar de tantas feridas e divisões. Que Deus proteja e abençoe nossas famílias, hoje e sempre.

 

 

 

 

 

 

 

 

<< Voltar

 

 

free counters