Formação Litúrgica

 

O que é Liturgia?

 

O vocábulo "Liturgia", em grego, formado pelas raízes leit- (de "laós", povo) e -urgía (trabalho, ofício) significa serviço ou trabalho público.

Para os cristãos, Liturgia, é, pois, a atualização da entrega de Cristo para a salvação. Continuar...

 

O ano Litúrgico

 

O Ano litúrgico é o período de doze meses, divididos em tempos litúrgicos, onde se celebram como memorial, os mistérios de Cristo, assim como a memória dos Santos. Durante o ano inteiro celebramos a vida de Cristo, desde a sua em Encarnação no seio da Virgem Maria, passando pelo seu Nascimento, Paixão, Morte, Ressurreição, até a sua Ascensão e a vinda do Espírito Santo. Continuar...

 

Cores da Liturgia

 

Tudo é simbolicamente falante na liturgia. Assim também as cores que são usadas nos arranjos, nas toalhas e paramentos, não são mera coincidência, mas querem expressar sentimentos e atitudes referentes à celebração do dia.
Normalmente estão relacionadas aos tempos (momentos) fortes da vida cristã ao longo de todo ano litúrgico (no qual celebramos a presença de Cristo). Continuar...

 

Os Tempos da Litúrgicos

 

Os tempos litúrgicos são as divisões existentes no Ano Litúrgico da Igreja Católica. Estes tempos existem em toda a Igreja Católica, apenas há algumas diferenças entre os vários ritos. Os tempos constantes aqui são referentes ao rito romano. Advento, Tempo do Natal, Tempo da Quaresma, Tríduo Pascal, Tempo Pascal e Tempo Comum. Continuar...

 

As Vestes (Paramentos) e Objetos (Vasos) Litúrgicos

 

Para lidar com coisas santas e sagradas, são usados na celebração objetos, vestes e outros sinais que realçam e apontam a sacralidade daquilo que se celebra. As vestes, objetos e outros elementos não são "enfeites", mas cada um traz um significado que está de acordo com a dignidade do momento sagrado que se celebra. Continuar...

 

Posição do Corpo: Gestos e significados

 

A religião assume o homem todo, como ele é: corpo e alma. A Graça não destrói a natureza humana, mas a completa e aperfeiçoa. Por isso, rezamos com o corpo também, dizendo palavras e fazendo gestos.

O homem é corpo e alma. Há nele uma unidade vital. Por isso ele age com a alma e com o corpo ao mesmo tempo. O seu olhar, as suas mãos, a sua palavra, o seu silêncio, o seu gesto , tudo é expressão de sua vida. Na Missa fazemos parte de uma Assembléia dos filhos de Deus, que tem como herança o Reino dos Céus.Por isso na Celebração Eucarística, não podemos ficar isolados, mudos, cada um no seu cantinho. Continuar...

_____________________________

 

Por: Adriano Silva (Ministro)

 

Compartilhe

 

 

 

 

free counters